Vereador diz estar sendo ameaçado e acusa ‘Fatoka’

Um crime de ameaça de morte contra o vereador Joedson Ferreira da Silva (foto), integrante do colegiado da Câmara Municipal de Cabedelo, ganhou o asfalto nesta sexta-feira (18).

Conhecido por Dinho Ferreira, ele denunciou no programa Cidade em Ação, exibido pela TV Arapuan, que vem sofrendo ameaças de morte por “Fatoka”, um líder de uma facção criminosa que vem atuando em Cabedelo.

Conforme o parlamentar, o líder da referida facção é seu cunhado com quem mantinha uma relação amistosa no passado, mas que teria mudado de atitude ao entrar para o crime.

Apesar da gravidade da denúncia que expõe publicamente, Dinho Ferreira acredita ser mais uma tentativa de intimidação, com o cunhado querendo comparsas nomeados para cargos na Prefeitura.

Ele diz que eu ganhei a campanha por causa dele. Eu não vou pegar dinheiro de assessores e repassar para ele, isso é um crime. Ele (Fatoka) domina a cidade (Cabedelo) de ponta a ponta e ameaçou primeiramente a minha esposa…”

“… Foi na minha casa, ficou me monitorando. Aqui está a indignação de um pai de família que foi ameaçado com seus filhos. Se eu pegar eu mato ele. Quero pegá-lo na bala e arregaçar esse canalha”, afirmou.

O vereador disse estar disposto a colaborar com as forças de segurança e “ajudar” a destruir o suposto criminoso. “O que eu tenho aqui destrói ele, só depende das autoridades. A minha cabeça está cheia de informações”, revelo

“Fatoka” é um velho conhecido das policiais da Paraíba e Alagoas, tendo sido preso em 2018 por uma força-tarefa naquele ano. Diz-se, ainda, ser um dos foragidos do PB1, naquela fuga espetacular após uma explosão do presídio.

Foto: Reprodução / TV Arapuan


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.