Questionamento do PL é ‘bode’ na sala do Supremo

O Supremo Tribunal Federal (STF) tem demonstrado excessiva fragilidade quando tratado o tema sobre as urnas eletrônicas, aquelas que está sendo questionada pelo PL [Partido Liberal; de Valdemar Costa Neto – foto], de 2020 pra trás.

É esperada para esta terça-feira (22) a ação do partido do presidente Jair Bolsonaro, questionando cerca de 200 mil urnas. Até o ministro Gilmar Mendes, do STF, tentou dissuadir o PL de desistir do processo, ligando para o presidente nacional da legenda.

Segundo O Antagonista aconteceu na semana passada, quando Mendes estava em Lisboa, talvez após o jantar com o presidente eleito Lula da Silva. Porém, o ministro não obteve sucesso na incursão.

Ou seja, se nos bastidores há essa movimentação é porque aí tem coisa. E muito séria.