Exclusivo: Gilberto Carneiro teria feito delação premiada no âmbito da Operação Calvário

Nas decisões relacionadas a nova fase da Operação Calvário, com buscas e apreensões, sem prisões, mostraram, ainda, uma possível colaboração premiada da parte do ex-procurador Gilberto Carneiro, atualmente usando tornozeleira eletrônica.

O documento fala em delação de Gilberto, sem trazer detalhes existentes. Neste sentido, o entendimento é que já houve, de fato, a colaboração do ex-auxiliar do Governo Ricardo Coutinho, acusado de “comandante máximo” da orcrim investigada pela Polícia Federal, Ministério Público Federal, Geeco/Ministério Público e CGU.

A informação chegou ao blog através de um advogado que teve acesso a decisão que culminou com a etapa de operação de ontem, que seguiu com as investigações no caso dos contratos com as Organizações Sociais no Tribunal de Contas.

A Calvário desta terça-feira (27) aconteceu por decisão do Superior Tribunal de Justiça, que mandou bloquear bens do ex-governador Ricardo Coutinho, Gilberto Carneiro, Arthur Cunha Lima, Arthur Cunha Lima Filho, Diogo Mariz e Sérgio Ricardo Ribeiro da Gama, chefe de gabinete de Arthur no Tribunal de Contas do Estado.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.