Veneziano quer órgãos federais fiscalizando gastos com pandemia

Com os municípios atravessando um período de calamidade pública por causa do coronavírus, o senador Veneziano Vital, em sessão remota do Senado nesta sexta-feira (24), defendeu uma “rigorosa” fiscalização dos recursos públicos nestes tempos.

Veneziano quer que o acompanhamento da aplicação dos recursos seja feito por órgãos como o Tribunal de Contas da União (TCU), Tribunais de Contas dos Estados (TCEs), Controladoria Geral da União (CGU), Ministério Público Federal (MPF) e Ministérios Públicos dos Estados.

Na lista de acompanhamento dos gastos com a pandemia, o senador destaca, ainda, a participação das Assembleia Legislativas dos estados e Câmaras Municipais de todo o país, com os detalhes dos recursos recebidos e de que forma eles foram devidamente aplicados.

“É importante que este trabalho seja desenvolvido pelos órgãos fiscalizadores para que a população tenha a exata certeza de que está havendo uma boa aplicação das verbas […] Da mesma forma, garanta aos gestores a lisura e transparência do que está sendo efetivamente feito; e, caso corram anormalidades, que elas sejam identificadas a tempo de evitar prejuízos para a população e complicações para os próprios gestores”, completou.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.