RC quer se livrar da tornozeleira, um acessório bacana, mas nos outros

Incomodado com a tornozeleira eletrônica e monitorado 24h, o ex-governador Ricardo Coutinho, acusado de corrupção pelo Ministério Público, impetrou um habeas corpus para se livrar do acessório.

Através dos seus defensores, que não são poucos, Coutinho recorreu ao STJ – Superior Tribunal de Justiça – contra a decisão do desembargador Ricardo Vital, que ordenou a medida cautelar da tornozeleira.

Desde a semana passada que a bola já tinha sido cantada. Porém, com a decisão da ministra Laurita Vaz, do STJ, que negou o pedido de Márcia Lucena, as chances de Ricardo conseguir tirar a tornozeleira é quase zero.

Até que a tornozeleira é um acessório bacana, mas nos outros.

3 comments

  1. Ele fica legal e perfeita na perna desse corruptos deveria ser uma coleira também ficaria mais elegante no pescoço e outra poseira no braço.

  2. Seria bom se o gaeco conseguisse a devolução dos bens que foram roubados por esta gang girassol.
    Já já estarão livres e vom muito dinheiro pra gozar com a nossa cara.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.