Condenado e inelegível, Berg Lima só falta ser afastado do cargo

Condenado por improbidade administrativa nesta terça-feira (3), o prefeito Berg Lima também está inelegível e não poderá concorrer à reeleição este ano. Conforme o blog anotou, antes do julgamento de hoje, a “novela Berg”, finalmente chegou ao fim.

Por 3 votos a zero, a 3ª Câmara Especializada Civil manteve a sentença do Juízo da 4ª Vara Mista da Comarca de Bayeux. Na sessão desta terça, até que os julgadores poderiam pedir o agastamento de Berg das funções. Como não aconteceu, só resta esperar a publicação do acordão.

Berg foi condenado em primeira instância pela prática de improbidade administrativa, em virtude de ter sido preso em flagrante em 5 de julho de 2017, recebendo propina no valor de R$ 3,5 mil de um fornecedor da Prefeitura.

Ele pegou o dinheiro e colocou na cueca, tendo sido flagrado no momento da voz de prisão pelos investigadores do Gaeco/Ministério Público e conduzido ao presídio. Bayeux, neste momento, está em festa.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.