Fale de João nas repartições, mas não fale do antecessor dele

Com as repartições cheiinhas de correligionários do ex-governador Ricardo Coutinho, também ex-presidiários, o funcionamento é mais o menos assim: fale de João Azevedo, mas não fale de Ricardo.

Por isso, há quem defenda uma limpeza geral nos quadros funcionais, se possível usando água sanitária e todo tipo de desinfetante. Os deputados aliados do governo esperam essa decisão desde o ano passado.

“Já era para ter sido feito e esperamos para este ano, talvez após o carnaval”, disse um parlamentar governista.

Diz-se que o exemplo maior está na estrutura funcional do Jornal A União.

One comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.