Juíza coloca bens da OS chamada IPCEP em indisponibilidade

Sem nada a ver com a Operação Calvário, uma decisão da juíza Silvanna Pires Moura Brasil, da 6ª Vara da Fazenda Pública da Capital, determinou a indisponibilidade de bens e bloqueio de contas bancárias do IPCEP.

Em seu blog, também no Intrometidos, Marcelo José deu o furo. O IPCEP é uma organização social contratada para administrar os hospitais Metropolitano (Santa Rita) e Geral de Mamanguape. A ação é do Governo do Estado.

Num dos trechos do recurso, o Governo do Estado informa que “ao tomar conhecimento dos vícios, decretou intervenção nos hospitais geridos pela demanda e instaurou Tomada de Contas Especial para apuração das irregularidades, identificação dos responsáveis, quantificação dos danos e obtenção de ressarcimento ao erário”.

Na decisão, a magistrada destaca: “o pedido de decretação de indisponibilidade de bens, bem como o bloqueio de contas bancárias e operações financeiras no exterior”

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.