Livânia bota auditor do TCE na mira dos investigadores da PF e do Gaeco

A ex-secretária Livânia Farias entregou de bandeja o auditor do Tribunal de Contas do Estado chamado Richard Euler Dantas, que, segundo ela, teria sido gravado pelo lobista Daniel Gomes da Silva, o delator do ex-governador Ricardo Coutinho.

Ela revelou que Daniel Gomes conseguiu o apoio do auditor do TCE para as auditorias no Hospital de Trauma de João Pessoa, por meio de trocas de favores. Livânia disse para os investigadores do Gaeco, em delação, que o lobista tinha gravado a entrega de dinheiro ao auditor.

Livânia afirmou que Daniel teria ficado curioso com a quantidade de imóveis de Richard, sendo apenas um servidor graduado do Tribunal de Contas. Contou, ainda, que:

“Segundo Daniel, fez um levantamento e descobriu que os imóveis estavam todos em nome de um sobrinho. E de fato tinham vários bens em nome de um menino que na época tinha 8 ou 9 anos de idade…”

“… E aí ele também se preocupou em fazer um levantamento para saber de que os pais desse menino viviam e disse que não justificava o que eles ganhavam com o patrimônio do garoto”, ressaltou.

O auditor, de acordo com a colaboradora, queria que todos os  imóveis de sua propriedade fossem alugados, e que um desse pertence ao ex-senador Ney Suassuna e pediu a Daniel que rescindisse o contrato e alugasse os prédios do servidor.

“Daniel disse que ia fazer o que o auditor pediu”, complementou a delatora Livânia Farias.

(Com informações do Portal Correio)

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.