Berg escapa e pode voltar ao tabuleiro político; se o TJ deixar

Assim como os vereadores Adriano Martins, Cabo Ruben, Uedson Orelha, Dedeta, França, Guedes e Adriano do Taxi, o prefeito Berg Lima dormiu com a consciência pesada, mais uma vez. Porém, uma madrugada de pesadelo.

O dia seguinte será o mesmo de quando foi preso com dinheiro da propina na cueca. Os sete vereadores que defenderam o arquivamento do processo de cassação cumpriram, cada um, a missão e o movimento “fica” prevaleceu, por enquanto.

O placar de 10 a 7, no entanto, mostra que a maioria está com o povo que elege e este ano tem eleição. Os eleitores que elegeram são os mesmos que tiram no pleito seguinte. Então, quem votou a favor da manutenção do caos de Bayeux assuma as consequências.

Inaldo Andrade, Raoni Alencar, Noquinha, Betinho da RS, Josauro Pereira, Netinho, Lico, Zé Baixinho,, Kita e Luciene de Fofinho, esses sim, vão dormiram com a consciência limpa, certo do dever cumprido em defender o povo de Bayeux.

Agora um aviso: no Tribunal de Justiça da Paraíba a coisa será diferente. É só aguardar, porque o julgamento do dinheiro na cueca acontece nos próximos dias. Antes do carnaval.

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.