Socialistas combinam jogo sujo contra Octávio Paulo Neto, coordenador do Gaeco

Os socialistas encrencados com a Operação Calvário, que investiga o desvio de dinheiro público desde 2011, combinaram um jogo sujo contra o promotor Octávio Paulo Neto, coordenador do Gaeco e responsável no âmbito do Ministério Público pela investigação do malfeito da gestão do então governador do Estado.

Disseminam nas redes sociais que “Octávio Paulo Neto mostra engajamento político” e o professor Flávio Lúcio, assessor do deputado federal Gervásio Maia e, diz-se também dessa organização criminosa – transforma o malfeito em artigo.

É o jogo sujo que acaba se transformando em alegria para os socialistas encrencados até a medula com o crime de corrupção, só comparado ao praticado pelo ex-governador Sérgio Cabral, do Rio de Janeiro, condenado há mais de 200 anos de prisão.

5 comments

  1. Este professor é um desqualificado!! Ganhando dinheiro como assessor sem trabalhar e ainda querendo inocentar este mafioso do ricardo coutinho.

  2. Octávio Paulo Neto é um homem seríssimo, corretíssimo, honestíssimo e probo…diferente desses socialistas marginais, ladrões e bandidos. A sociedade do bem e de bem se posicionará a favor do Dr Octávio e de todos aqueles que são contra a corrupção.

  3. Essa é a maior organização criminosa já montada no Estado da Paraíba, podendo ser a maior do país, tendo como chefe o ex governador Ricardo Coutinho, indivíduo de alta periculosidade, que solto põe em risco a ordem pública e a própria investigação da Operação Calvário, pela influência que ele tem no Poder Executivo e nos demais Poderes, sendo assim, é de se esperar que pessoas ligadas ao grupo criminoso tentem desqualificar pessoas sérias e comprometidas com seu dever e a Justiça.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.