‘Chefe fica solto, mas quadrilha continua presa’, diz jornalista

O caso de corrupção na Paraíba não sai do noticiário nacional, conforme notas veiculadas no Diário do Poder, na coluna de Cláudio Humberto. E assemelha a ação da organização criminosa daqui ao mensalão petista.

A primeira nota: “O caso de corrupção na Paraíba lembra o mensalão: o chefe fica solto, apesar das provas abundantes e as gravações que insultam a população roubada, mas parte importante da quadrilha continua presa”.

A segunda nota: “Continua preso Coriolano Coutinho, irmão, e outros “braços direitos” do ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho, este apontado pelo Ministério Público Estadual como líder da organização criminosa”.

Pelo menos no quesito de investigação policial a Paraíba está muito bem, obrigado!

One comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.