Lauro Jardim e o pedido do ministro Napoleão Nunes Maia a Papai Noel

Ter sido o responsável pela soltura do ex-governador Ricardo Coutinho, que cumpria prisão preventiva acusado de desviar dinheiro público, não foi um bom negócio para o ministro Napoleão Nunes, ele que salvou Coutinho da cassação em duas ocasiões e, agora, mais recentemente, do xilindró ao menos por 90 dias.

Colunista de O Globo, Lauro Jardim sapeca uma nota ameaçadora contra o ministro Napoleão, do Superior Tribunal de Justiça. Eis o que está escrito no espaço do jornalista em sua conceituada coluna:

“Se Napoleão Nunes Maia, ministro do ST, pudesse fazer um pedido a Papai Noel, seria para o ex-procurador-geral da Paraíba, Gilberto Carneiro, preso na operação que levou Ricardo Coutinho para cadeia, não resolva delatar”, diz a nota.

Não tem jeito, porque a delação de Gilberto apenas complementaria a colaboração de Daniel Gomes, da Cruz Vermelha, que tem em Ricardo Coutinho o chefe maior da organização criminosa instalada para roubar dinheiro público da Paraíba.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.