Previsão de Ivan de não passar o Natal preso está se confirmando

Conforme noticiado aqui, o ex-secretário Ivan Burity disse que não passaria as festas de fim de ano na prisão, e suas previsões estão se confirmando com a delação premiada, cujo teor promete tremer a Paraíba por causa de seu envolvimento e de figurões da política paraibana na ORCRIM, uma organização criminosa que desviou recursos públicos da saúde e da educação.

O burburinho é que Ivan, além do Ministério Público, andou circulando pelos corredores do Tribunal de Justiça, convocado que teria sido para uma conversa com o desembargador Ricardo Vital de Almeida, responsável pela Operação Calvário.

Não se tem conhecimento dos pontos em que Ivan bateu a língua nos dentes, mas um grande percentual foi a confirmação de delações feitas anteriormente pelos ex-presidiários Livânia Farias, ex-secretária de Administração dos governos Ricardo Coutinho; do assessor dela Leandro Nunes e da servidora da Procuradoria do Estado, Maria Laura.

A qualquer momento o ex-secretário Ivan Burity vai estar livre e solto. No entanto, com as medidas restritivas que a legislação impõe. Ele pode ter acertado, ainda, a colocação de tornozeleiras eletrônicas.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.