Câmara de Cabedelo vai tratar do ‘Caso Leto’ de forma sigilosa

A imprensa continua tentando adivinhar como será a audiência da Comissão Processante, instalada pela Câmara de Cabedelo para analisar o “Caso Leto Viana”.

Agora a pouco, o radialista Nilvan Ferreira informou que os depoimentos serão sigilosas. Como assim? Ninguém vai saber de nada e ficará restrita a quatro paredes.

Imagina que durante o processo de impeachment da ex-presidente Dilma as audiências foram abertas, inclusive televisadas para o Brasil inteiro assistir e tomar conhecimento de tudo.

Será que Cabedelo é o único município fora do mapa do Brasil? O Ministério Público tem que intervir. Lembrando que o prefeito afastado está preso e não mete medo a ninguém neste momento.