Zé esclarece notícia: ‘O PMDB está apresentando meu nome’

“Estou sendo apresentado candidato (pré) a governador pelo meu partido, o PMDB”, informou o senador José Maranhão, que negou, de forma peremptória, notícia veiculada aqui a respeito de um encontro com o governador Ricardo Coutinho, também que seria o nome apoiado pelo governista PSB a disputa à sucessão governamental ano que vem.

Segundo Maranhão, presidente estadual do PMDB, “não existe isso, até porque estou viajando a Brasília neste domingo”, disse ao comentar especulação sobre sua reaproximação com o socialista Coutinho, sobretudo depois do caloroso apoio recebido durante a festa de comemoração do seu aniversário, que reuniu a maior do PIB eleitoral da Paraíba.

Negou de forma insistente de que “isso não procede”, reportando ao propalado encontro. “O que houve apenas foi um telefonema do governador, que ligou para me parabenizar no sábado (16) pelo meu aniversário. Nada mais do que isso”.

Também “não existe qualquer acerto neste sentido” para que venha ser candidato de Ricardo Coutinho. “Isso também não procede. Até onde sabemos, o governador tem um candidato, que é o secretário João Azevedo, por quem tenho o maior respeito. Meu nome está sendo apresentado pelo PMDB”, reiterou.

Ao contrário, o que Maranhão vem defendendo mesmo “é a união ampla em torno dos interesses maiores da Paraíba, e que seja perene para que possa dar resposta aos mais graves problemas que o Estado enfrenta”. A propósito, que não são poucos.

Ainda sobre a unidade, ele destaca que “precisa ser diferente de outras alianças que têm ocorrido no Estado apenas com objetivos eleitorais, e logo depois se desfazem, por falta exatamente dessa perspectiva do interesse maior do Estado”.

Como se sabe, durante a festa da última sexta-feira, Maranhão recebeu lideranças como o senador Cássio Cunha Lima, os prefeitos Luciano Cartaxo e Romero Rodrigues, além de vários deputados estaduais, federais e o ex-governador Wilson Braga.

Posse – Nesta segunda-feira (18), o senador participar da solenidade de posse da nova procuradora-geral da República, Raquel Dodge, substituta de Rodrigo Janot. A despeito desse acontecimento, Maranhão desta que “nós temos as melhores impressões da nova procuradora Raquel Dodge, com seu histórico de seriedade e competência”.

 

OBS: Em tempo, o signatário do blog tem a obrigação de esclarecer que a notícia veiculada aqui deu-se em decorrência de uma informação de uma fonte peemedebista, que chegou a comemorar o ato.