Virou ‘birra’ a oposição de Raíssa ao Governo Cartaxo

Tem algo mais grave do que uma simples audiência que não consegue há dois meses, ou não ter sido convocada para um movimento na terra do seu pai Zé Lacerda, que a vereadora Raíssa Lacerda não obteve da gestão que defendia com unhas e dentes até bem pouco tempo.

Sabia-se que o incomodo dela era com a presença de Adalberto Fulgêncio á frente da Secretaria de Saúde do Município. Assunto que parece ter sido superado, mas agora o clima parte para o confronto direto quando ela (Raíssa) admite assinar a CPI contra o Governo Municipal.

Sabe qual a justificativa: “Minha definição vai ser ao lado do povo, e não porque sou da base aliada”. Bem, você não está sendo obrigado a acredito nisso! Olhe só que coisa estranha essa ameaça:  “Deixaram uma documentação rica no nosso gabinete”, se referindo a obra que a população de João Pessoa absolveu: o Parque da Lagoa.