PMDB para coadjuvante; ‘abrir a chapa nem a pau’

A julgar pelas declarações do presidente municipal Ronaldo Barbosa, o PMDB vem para aliança com o PSB para apoiar a pré-candidatura à sucessão do secretário João Azevedo, e não como protagonista da possível aliança. Barbosa chegou a usar a expressão “nem a pau”, confirmando que os socialistas bateram o martelo quando ao nome do mais credenciado dos auxiliares do Palácio da Redenção.

“Se aproximar do PMDB não enfraquece a tese do partido apoiar João (Azevedo). Podemos conversas com os partidos, mas não abrimos mão de João nem a pau, porque sei o que significa a continuidade desse projeto para a Paraíba”, adiantou Ronaldo sinalizando para um descarte dos peemedebistas.

As declarações de Ronaldo Barbosa surgiram durante entrevista concedida à Rádio Arapuan.