Decisão da nacional do PSDB frustra tucanos paraibanos

A decisão da direção nacional do PSDB frustrou os jovens tucanos da Paraíba, em especial. Deu-se após o posicionamento, quase unânime, de permanência na base aliada do Governo Michel Temer, compartilhando com os escândalos também da atual gestão.

 

O desembarque nesta segunda-feira (12) não aconteceu como estava previsto e o partido segue dividido.

 

De acordo com o presidente do Diretório do PSDB Jovem paraibano, o também deputado estadual Bruno Cunha Lima, a permanência provocará uma “sangria” na legenda, mesmo com o entendimento de apoio dos peemedebistas nas eleições presidenciais do próximo ano, aspecto que o parlamentar tem plena razão.

 

“De que adianta apoio nas eleições de 2018 se a gente tiver sangrando daqui até lá?”, indagou o deputado Bruno. Ele seguiu com seus questionamentos: “Adianta ficar como abraço de afogado no próximo ano? O PSDB sofre por repercussão que não são de suas decisões?”

 

E arrematou: “Não vejo como argumento plausível”. Pode não ser, mas o PSDB não tem outra saída se quiser salvar o senador Aécio Neves (MG), ex-presidenciável enrolado com a delação da JBS.

 

Agora, só o tempo dirá quem está com a plena razão.