Denúncia de salários a menor, diferente do contido no ‘listão’

Sem dúvida que é uma irresponsabilidade acusar os quase 9 mil nomes que fazem parte do listão dos codificados, até porque eles não têm culpa por integrarem a relação. O pior é que muitos deles aparecem nas redes sociais fazendo uma denúncia ainda mais grave.

 

Constam na relação com um salário “X”, mas, na verdade, só recebem “Y”. Em seu blog, o jornalista Helder Moura tratou o tema como gafanhotagem. Vem a ser a drenagem de parte de vencimentos de servidores para outras finalidades. “Com ou sem conhecimento”, completa.

 

Diz mais, se valendo da reação dos beneficiários: “E, pelo visto, no caso desses codificados da saúde, eles não sabiam. Tanto que estão denunciando”. Sem dúvida, é o mais provável que esteja acontecendo isso.

 

Vale lembrar que o listão foi divulgado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), e colocado no portal do Sindifisco.

 

O Governo do Estado dá o silêncio como tapa.