Três paraibanos na lista do ministro Fachin, do Supremo

Os paraibanos Cássio Cunha Lima (PSDB), Vital do Rêgo (ministro do Tribunal de Contas da União) e Lindberg Farias (PT-RJ) entraram na lista do minstro Edson Fachin, responsável pelos processos da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF). Eles e mais 28 senadores, nove ministros do Governo Michel Temer e 42 deputados federais, além de governadores serão investigados.

A lista completa foi veiculada em reportagem do Jornal O Estadão. O grupo dos políticos citados têm foro privilegiado, num total de 108 alvos de 83 inquéritos relacionados pela Procurador-Geral da República, documentos enviados ao Supremo Tribunal Federal, parte das delações dos 78 executivos do Grupo Odebrecht.

Os governadores citados na lista de Fachin, três ao todo, serão investigados pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). Os senadores Aécio Neves, presidente nacional do PSDB; e Romero Jucá, presidente nacional do PMDB; são os políticos com maior número de inquérito: cinco, cada.