Damião foi mais ‘light’ quanto a falta de reconhecimento

Cássio Cunha Lima (PSDB) reclamou e o deputado federal Damião Feliciano (PDT), esposo da vice-governadora Lígia Feliciano (PDT) , também veio à boca do palco se queixou. Porém, de uma forma mais “light”  da falta de reconhecimento do governador Ricardo Coutinho (PSB). Cássio disse: “Ele (RC) não reconhece o nosso trabalho como senador”. Damião foi mais prudente:

“Lígia Feliciano está representando a cidade de Campina Grande e ela tem a responsabilidade de participar para ajudar o governo a trabalhar (…) O governador Ricardo Coutinho, ninguém pode negar, é um grande gestor que está trabalhando por esse Estado e Lígia tem colaborado com o governador, está em todos os momentos, faz parte do governo trabalhando junto com ele”, frisou.

Noutras palavras, o deputado Damião pede que haja o reconhecimento desse valoroso trabalho que a vice-governadora faz, contribuindo com o Governo RC em todos os sentidos. Ou seja, parece sinalizar o seguinte: é preciso definir nossa participação e qual o tamanho do PDT dentro do processo para a continuidade do projeto em 2018.

Garante que não ha “estresse” ou “constrangimento” na hipótese da vice Lígia não seja escolhida como candidata à sucessão. E disfarça: “Lígia tem dito que foi eleita pra ser vice-governadora e como tal ela tem que desenvolver o papel dela até o fim do mandato, exercendo-o com toda a tranquilidade…”

“Se amanhã ela não for a candidata indicada, não é problema, não temos estresse com isso, só teremos estresse para darmos condições dela ser a melhor vice-governadora desse Estado”, concluiu.