Governo de São Paulo socorre de novo, mais uma vez a PB

Não é a primeira vez que o governo de São Paulo socorre a Paraíba. Isso já ocorreu em outras épocas. Quem se lembra dos debates da corrida eleitoral de 2014? Então candidato à reeleição, o governador Ricardo Coutinho se gabava de haver reforçado com armamentos o potencial bélico da Polícia Militar do Estado. Na verdade, as armas vieram doadas da gestão paulista do PSDB.

Situação idêntica vive-se atualmente, através do anunciou da assinatura de um termo de empréstimo de bombas pelo governador Geraldo Alckmin, de São Paulo, e o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, com a intenção de combater a seca na Paraíba e Pernambuco. O equipamento consiste de quatro conjuntos de bombas flutuantes, cada um com capacidade de bombear até 2.000 litros de água bruto por segundo. Será cedido ao Ministério da Integração.

As referidas bombas foram usadas para captação das reservas técnicas do Sistema Cantareira durante a crise hídrica em São Paulo. Antes que o governo da Paraíba se pronuncie e, como de costume não propague ser uma iniciativa governamental daqui, a exemplo do que fez com o armamentos de segunda da PM paulista; as bombas estão sendo cedida pelo governo de São Paulo via Ministério da Integração.