Planalto comunica a Ricardo dificuldade de recebê-lo

A Paraíba vai continuar com sua nota rebaixado, impedido de contrair empréstimos com organismos internacionais. Enfim, caiu na mesma “vala” dos estados endividados. Como se sabe, a decisão do Tesouro Federal de penalizar o Estado teve uma reação do governador Ricardo Coutinho (PSB). Ele, de imediato, encaminhou um pedido de audiência com o presidente Michel Temer.

E já obteve a resposta que não há vaga na agenda para receber o governador. O cerimonial do Palácio do Planalto telefonou para RC para informar da dificuldade do encontro. A informação acerca da dificuldade do encontro está no blog de Gerson Camaroti, sob o título “Olho por olho”, que você segue com a leitura abaixo:

“O cerimonial do Palácio do Planalto telefonou para o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), para informar que o presidente Michel Temer estava com dificuldade de agenda para recebê-lo.

No dia 24 de outubro, Coutinho mandou um ofício pedindo audiência para discutir pendência de pagamentos de obras executadas no estado em parceria com o governo federal. Ele alerta que a falta de repasses já compromete a conclusão de projetos.

O cerimonial do Planalto disse que seria impossível assegurar a audiência por causa da agenda de Temer. E que enviaria a solicitação para respostas do Ministério da Fazenda.

Detalhe: mesmo sendo do PSB, que participa do governo Temer, Ricardo Coutinho integrava o grupo de governadores contrários ao impeachment de Dilma Rousseff.”