Raoni prepara ação contra a Lagoa; agora na Assembleia

A pretexto de vingar-se do prefeito Luciano Cartaxo (PSD), o vereador- “deputado” Raoni Mendes (DEM) está anunciando que levará para o plenário da Assembleia Legislativa, quando ganhar acento na condição de suplente; a proposta de criação de uma Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da “Lagoa”. Quer dar uma espécie de “mote” a oposição para a produção do guia eleitoral do PSB, da qual ele pretende ser o candidato a vice-prefeito.

Ex-integrante da bancada do governo municipal, inclusive dissidente do PDT à época, Raoni tornou-se um visitante assíduo das siglas partidárias. Em menos de um ano ele passou pelo PTB do pré-candidato Wilson Filho e abrigou filiação no Democratas. Vai propor uma investigação conjunta sobre as obras do Parque da Lagoa, que envolverá a participação de vereadores e deputados.

Agindo assim, pretende transformar o legislativo estadual uma extensão da Câmara Municipal de João Pessoa. “Eu vou me inteirar do Regimento Interno da Assembleia e os elementos que me fizeram protocolar a CPI na Câmara para ver se é possível”. Raoni foi o mais votado entre os atuais vereadores de João Pessoa, numa época em teve a estrutura da Prefeitura Municipal inteira a sua disposição.

Assumirá a titularidade do mandato de deputado nesta segunda-feira (4) por causa de uma operação que envolveu Assembleia e Câmara de João Pessoa. Ele está na vaga do titular Buba Germano (PSB), que fez a gentileza para permitir que a correligionária Sandra Marrocos (PSB) pudesse ganhar acento no legislativo municipal no legislativo pessoense.