PR está irredutível e poderá definir logo nova aliança

Sem que tenha declarado oficialmente apoio a pré-candidata Cida Ramos (PSB), o PR de Wellington Roberto e Caio Roberto (foto), pai e filho, deve anunciar nesta sexta-feira (10) apoio a recandidatura do prefeito Luciano Cartaxo (PSD). O Partido Republicano queixa-se da “falta” de atenção, questionando a postura da coordenação de campanha dos socialistas.

Agora a pouco, o vice-prefeito Nonato Bandeira (PPS), coordenador político da campanha de Cida, saiu na “caça” ao deputado Caio Roberto para evitar a “deserção”. A propósito, é tudo o que pretende-se evitar para não transformar a saída dos republicanos num “efeito dominó”. Para ele, “alguns atritos acontecem no inicio de uma campanha, mas vamos contornar esse situação”, afirmou.

Sabe-se que a saída do PR pode ser um fator de vantagem para a campanha dos socialistas, tendo em vista a aproximação do partido do deputado federal Wellington Roberto com o presidente afastada da Câmara Federal, Eduardo Cunha. Pode ser esse o motivo da indiferença.

Segundo informações, o deputado Caio Roberto já teria sinalizado uma reunião com o prefeito Luciano Cartaxo, inclusive com a proposta de apoio a recandidatura dele nas mãos: a aliança na chapa proporcional com o PMN, legenda do vereador Dinho.