Marcondes vê apoio a Manoel Jr. ‘fechadinho, fechadinho’

Nas palavras de Marcondes Gadelha, presidente estadual e vice nacional do PSC, o apoio do seu partido à candidatura do deputado federal Manoel Júnior (PMDB) está “fechadinho, fechadinho”. Será oficializado neste sábado (4). Com isso, o peemedebista ganha, além de uma legenda forte, alguns minutos de televisão na propaganda eleitoral.

Gadelha define três aspectos decisivos para o apoio da sigla a candidatura do PMDB à sucessão municipal de João Pessoa. 1) a afinidade histórica entre os dois partidos; 2) a admiração pelo deputado-candidato Manoel Júnior; e 3) a relação com o programa de governo do peemedebista. “Não é, pois, por outro motivo que o PSC está antecipando uma aliança”, disse o presidente estadual em entrevista agora a pouco na rádio CBN/Paraíba.

Adiante, ele disse que o conceito de governo do peemedebista Manoel Júnior se confunde com o da legenda cristã, tendo citado a questão da segurança pública, “que é uma atribuição constitucional do Estado, nós sabemos. Mas é necessário ter a autoridade do prefeito”, justificou. Destacou, também, o tema sobre mobilidade urbana.

“Nossa proposta é trazer para João Pessoa o conceito de mobilidade urbana da Colômbia, onde o prefeito da principal cidade daquele país conceitua essa área em uma frase: ‘não só pobre anda de carro, mas rico anda de ônibus’. Pois bem. É esse conceito que vamos trabalhar para mudar aqui em nossa capital”, acrescentou.

Dos estúdios da emissora uma pergunta clássica: O PSC vai indicar o nome de Leonardo Gadelha para vice? Marcondes respondeu assim: “Léo é um excelente quadro; está disponível. No entanto, não fizemos nenhuma exigência a Manoel Júnior neste sentido, embora achamos um nome preparado, mas prevalece o nosso compromisso com a candidatura do PMDB”.

Ex-deputado estadual e ex-deputado federal, Leonardo Gadelha é filho de Marcondes, o presidente do PSC. Instado a falar sobre a campanha de Campina Grande, o dirigente do Partido Cristão confirmou apoio à reeleição de Romero Rodrigues. Também, que o evento de amanhã contará com as presenças dos senadores Zé Maranhão e Raimundo Lira, ambos do PMDB.

O anuncio de aliança de amanhã tem o objetivo de atrair o PSDB do senador Cássio Cunha. “Tenho absoluta certeza de que caminharemos juntos”, concluiu Marcondes Gadelha.