Dilma diz que foi julgada por corruptos; cita só Cunha

A presidente Dilma Rousseff parece convicta do iminente impeachment. Só um milagre a salva do impedimento de continuar governando o país a partir do Palácio do Planalto. Ela questiona resignada ser julgada por um colegiado – se referindo a Câmara – composto por políticos acusados de corrupção. Citou apenas o presidente Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Achou tudo muito estranho e jogou ao meio fio que até bem pouco os corruptos estavam alinhados com o governo. Usou o termo “plantando bananeiras dentro dos cofres públicos”.

Blog/Blog do Josias