Lava Jato poderá encerrar atividades em dezembro

Sérgio Moro, juiz federal que estancou a corrupção no país através das operações batizadas de Lava Jato, que entrou esta semana para sua etapa vigésima oitava, está próximo de chegar ao fim. A expectativa é que acabe em dezembro deste ano. A interlocutores, de acordo com o Diário do Poder, ele tem justificado o prazo até dezembro prevendo um possível desgaste em meio a opinião pública, mesmo que venha prestando maciço apoio à força-tarefa.

O portal eletrônico com atuação em Brasília, mas com repercussão em nível nacional, revela declarações do juiz Sérgio Moro acerca do encerramento da investigação sobre a corrupção no país, enraizada no âmbito do governo federal. “Terminar até dezembro a parte da primeira instância é uma expectativa ou um desejo”, teria afirmado a uma pessoa próxima nesta quarta-feira (13).

Conforme noticiado, o próprio juiz admite que essa é uma meta “imprevisível”, até se levado em consideração a cada desdobramento da Lava Jato, tendo em vista os indicativos surgidos de outras tramas ilícitas envolvendo outros agentes públicos e políticos. A descoberta em cada etapa da Lava Jato força a abertura de novos procedimentos no âmbito da Polícia Federal e da Procuradoria da República.

Confessa-se “consternado” com o que chama de “manifestações de raiva e intolerância” registradas nas últimas semanas anotadas nas redes sociais, a grande maioria delas declarações de solidariedade, segundo tem dito a interlocutores. As manifestações, no entanto, ganharam força depois que a Lava Jato conduziu coercitivamente o ex-presidente Lula para depor nos autos da Operação Aletheia.

Bem, a julgar a previsão de encerramento da Lava Jato em dezembro, é possível antevê que as operações deverão seguir em curso.