Médica paraibana na vanguarda da medicina mundial

Sem apoio dos setores públicos, apenas da gestão municipal de Campina Grande, conforme fez questão de ressaltar, a médica Adriana Melo emocionou muita gente que participou da sessão de entrega da medalha de Epitácio Pessoa a ela. É a maior honraria ofertada pela Assembleia Legislativa.

A médica paraibana descobriu a relação da zika vírus com a microcefalia, uma doença que está assustando milhares de mulheres gravidss espalhadas por esse imenso país. O presidente Adriano Galdino definiu esse momento vivenciado por doutora Adriana assim: “Se ela fosse uma cientista americana, certamente seria indicada para o Prêmio Nobel”. Verdade, verdadeira!

Nada é mais importante do que o trabalho desenvolvido por ela. Os loiros, afora uma simples homenagem, começam a render os frutos. Os deputados federais Rômulo Gouveia (PSD) e Benjamin Maranhão (SD) já estão propondo uma emenda de bancada a ser destinada para os estudos coordenados por doutora Adriana. Ela aparece na foto acima ao lado também do prefeito Luciano Cartaxo (PSD) e do deputado federal Marcondes Gadelha (PSC).

A Paraíba começa a despertar para o significado dessa problemática.