Indiretamente, o pedido de perdão de Janduhy a Ricardo

De olho na vaga de conselheiro do TC dos Municípios, o deputado Janduhy Carneiro (PTN) veio à boca do palco nesta quinta (3). Como se sabe, pertence a base de oposição, tendo tornado-se um “calo” nos sapatos do governo, principalmente quando esteve à frente da Comissão de Constituição e Justiça. Não deu sossego a gestão socialista.

Talvez, foi quem mais contribuiu com o desgaste do primeiro governo Ricardo Coutinho (PSB). Exerceu a linha de frente e derrotou o candidato do governador na disputa pela presidência da CCJ, o hoje presidente Adriano Galdino (PSB), da Assembleia Legislativa. Janduhy veio à boca do palco para elogiar Ricardo, coisa que não tinha feita durante os últimos seis anos.

Encontrou o mote perfeito para se reaproximar do governo e pode obter êxito no seu projeto pessoal de conquistar o cargo vitalício, claro, na hipótese do TC dos Municípios ser criado como pretende o governo e grande parte do legislativo estadual. Neste sentido, usou a formação de 520 policiais militares e também a entrega de 15 vans para o policiamento solidário móvel, 74 motos, quatro caminhonetas, armamentos e 1.000 coletes balísticos.

O reforço para a segurança pública foi o bastante para Janduhy mostrar a cara em direção ao Palácio da Redenção. “É de se louvar a ação do governador do Estado, pois os índices alarmantes de violência exigiam a contratação de mais policiais, pela necessidade e urgência da situação”.

Como não pode dizer o que pensa diretamente ao governador Ricardo Coutinho, o deputado usou sua assessoria para distribuir a notícia que lhe a praz neste momento. E continuou com os elogios ao chefe do Executivo estadual: “Mais policiais nas ruas significa mais segurança e tranquilidade para a população”.

Parece mais um pedido de perdão. Resta saber se o governador vai aceitar.