Ruy desrespeita o estatuto do PSDB e vai ser questionado

O comando do PSDB Estadual deverá ser questionado nos próximos dias. Pelo estatuto do partido, o ex-deputado Ruy Carneiro não poderia mais, neste momento, estar à frente da legenda. Não permite porque ele já ocupou por duas vezes consecutivas o cargo e que, por isso, precisa ser substituído.

Ruy surfa em águas calmas porque não houve ainda nenhuma manifestação externa, o que poderá acontecer na semana quem vem. Questiona-se a presença dele à frente do Diretório do PSDB no Estado porque o partido estaria abandonado, sem que haja qualquer ação importante da sigla dentro desse período da pré-campanha eleitoral.

Existem fatores externos, ainda, que torna-se um incomodo para a atual gestão do Partido da Social Democracia Brasileira. Desbravador de privilégio, Carneiro vem acumulando insucessos eleitorais desde a campanha municipal de 2004, quando foi candidato e perdeu. Hoje, o partido não tem um nome que possa chamar de seu na disputa do próximo ano, em João Pessoa.

A estratégia é apresentar um nome para espaço de vice na chapa à reeleição do prefeito Luciano Cartaxo (PSD) ou da possível candidatura do deputado Manoel Júnior (PMDB). A propósito, exceto a campanha passada, o tucanato gostou do posto de coadjuvante das eleições paraibanas.