O ‘grito de independência’ de Aldemir ecoa por toda Cajazeiras

Uma atitude acertada e lhe renderá dividendos político-eleitoral para os próximos anos. O deputado José Aldemir Meireles (PEN), durante entrevista ao “Trem das Onze”, programa radiofônico transmitido pela Alto Piranhas, declarou que não vota, de jeito nenhum, na reeleição da prefeita Denise Oliveira. E saiu disparando em que não votará nas eleições municipais de 2016: “Nem no vice Júnior Araújo e nem pensar em Carlos Filho”.

No entendimento de José Aldemir, “Cajazeiras precisa de um projeto novo” e que não vai colaborar para “passar uma escritura da cidade para o grupo comandado por Carlos Antônio”. A propósito, palavras sábias pronunciadas pelo parlamentar, hoje principal nome na linha de oposição ao esquema política da prefeita Denise.

A estratégia, a partir de agora, é ampliar o discursos oposicionista. Para relembrar, a Polícia Federal recentemente realizou uma operação no município para investigar supostos ilícitos.

O deputado jogou no asfalto um “grito de guerra” que pode ser entendido assim: “Sigam-me os que querem o bem de Cajazeiras”. Aldemir tem razão quando chama a classe política e a população para engrossar o time da oposição e já conta com o apoio do ex-deputado Vituriano Abreu (PSC). Ele concorda com o ponto de vista de JA.

Mas quem não concorda¿