2018 chega antes de 2016 para o deputado Veneziano

O deputado Veneziano Vital (PMDB) está tomando gosto pelo mandato. Por isso, deverá abrir caminho para o presidente Adriano Galdino (PSB), da Assembleia Legislativa, concorrer à sucessão de Campina Grande em 2016 com o apoio do peemedebista. Ele revelou a amigos no começo de sua atuação parlamentar que não estava adaptado ao cargo no Legislativo, que preferia o Executivo.

Mesmo assim alimenta a tese de que “o meu nome está à disposição do partido”. O projeto de Veneziano é o governo do Estado em 2018, suceder o atual governador Ricardo Coutinho (PSB), aliado da campanha de 2014. Neste sentido, precisa preservar a boa relação com a legenda socialista, a partir da declaração de apoio a um nome do partido para a disputa no segundo maior colégio eleitoral do Estado.

Porém, há um empecilho partidário socialista: o empresário Artur (Bolinha) Almeida (PSB), ex-candidato a prefeitura da cidade; defendeu o afastamento do seu partido e o governador Ricardo Coutinho do grupo liderado pelo deputado Veneziano.

Bolinha quer que o PSB lance candidatura própria à sucessão do prefeito Romero Rodrigues (PSDB) e não seguir a reboque de Veneziano. No entanto, desconhece que a estratégia para as eleições campinenses já vem sendo discutida nos bastidores, conforme reunião com a presença de Veneziano, o deputado Inácio Falcão (PTdoB) e Fábio Maia, secretário do governo do Estado.