Cássio expõe TRE por nomeação do filho de João Alves

Com espaço limitado na mídia local, o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) pôs “sub suspeição” o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) responsável pelo julgamento da ação que pede a cassação do  governador reeleitoral Ricardo Coutinho (PSB). A coligação representada por Cássio nas eleições passadas interpôs ações por conduta vedada e abuso do poder econômico na campanha do então candidato socialista.

Você pode estar perguntando por que a “suspeição” do órgão julgador da Paraíba? Bem, segundo Cássio, o filho do desembargador-presidente da Corte Eleitoral, João Alves, foi nomeado procurador-geral da Assembleia Legislativa. Logo cedo, na Rádio CBN, do conglomerado da TV Cabo Branco, o líder dos tucanos no Senado disse:

Segundo anotou, “você tem um Estado em que o presidente do TRE da Paraíba tem um filho nomeado como procurador da Assembleia, que é presidida por um aliado do governador. E se você perguntar a Ricardo, ele vai dizer que nada tem a ver com a Assembleia (…) Mas é obvio que tem. Ele comanda aquilo”.

Cássio participou nesta sexta (20) de entrevista, além da CBN, na emissora de rádio do Sistema Correio de Comunicação.


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.