Comissionados de R$ 10 mil devolvem salário ao prefeito

Os escândalos no setor de pessoal na prefeitura de Cabedelo não param. Após a “grande família”, o vereador José Eudes (PP) jogou no asfalto mais uma durante entrevista concedida a Rádio Sanhauá no programa comandado por Gutemberg Cardoso, também veiculado no portal Polêmica Paraíba. Segundo noticiado, existem 120 comissionados que ganham R$ 10 mil mensais.

Até aí tudo bem se não fosse ilegal, mas parte desse salário é supostamente devolvido ao prefeito, conforme disse o vereador Eudes e veiculado pelo portal assim: “No governo atual de Cabedelo existem 120 comissionados que ganham 10 mil reais cada um por mês e nos bastidores dizem que alguns desses são obrigados a devolver parte desse dinheiro para o prefeito Leto Viana”.

A mais nova denúncia contra o prefeito de Cabedelo, que está no cargo sem ter conquistado um só voto, pois assumiu a titularidade com a renúncia de Luceninha – até hoje sem explicação -; surgiu no dia em que o vereador Eudes distribuiu com a imprensa um áudio do episódio de sexta (13), quando teria sido agredido por Leto dentro do ambiente da Câmara Municipal da cidade.

É uma imoralidade.


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.