Leto agride vereador que denunciou a ‘grande família’

Chama-se Leto Viana o prefeito de Cabedelo que assumiu o cargo sem que tenha conquistado um voto sequer nas eleições de 2012. Esta no posto graças a renúncia de Luceninha, que bateu pino e pediu pra sair. Na cidade, porém, dizem outras coisas… Pois bem, Leto e seus familiares levam dos cofres da prefeitura R$ 50 mil de salário.

Fora o dele, claro!

Quem denunciou a “grande família” foi o vereador Eudes do PROS. O parlamentar  jogou ao meio-fio a história acerca de que os familiares de Leto Viana consomem da folha de pagamento do Município R$ 50 mil em cargos distribuídos por diversas secretarias da estrutura administrativa da prefeitura.

Apesar da denúncia, o prefeito “biônico” – voltando aos tempos do regime militar que se nomeava mandatário – nunca mandou investigar. O desfecho desse malfeito da gestão municipal da cidade portuária quase acabou em tragédia na manhã desta sexta (13).

Nesta manhã, Leto foi a Câmara para o “tudo ou nada” com o vereador Eudes, agredido com um soco. Acompanhado de seguranças, o prefeito tomou o revolver de um deles com ameaça de atirar no parlamentar. Sorte que a turma do “deixa disso” acalmou os ânimos.

Leto deixou a Câmara as pressas. O vereador Eudes prestou queixa na Delegacia de Polícia, desta vez denunciando a agressão que sofrera do prefeito.

Felizmente, entre mortos e feridos escaparam todos. Porém, o prefeito precisa explicar a denúncia relacionada com a “grande família”.

Leto também é conhecido em Cabedelo por gostar de viajar para o exterior com a família e amigos, conforme você pode ver na imagem abaixo:

letocalifornia


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.