Motta promete ‘cortar na própria carne’. Só vendo pra crer

Presidente rabo preso da CPI da Petrobras, o deputado federal Hugo Motta (PMDB) proclamou que “cortará na própria carne”, caso denúncias recaiam sobre lideranças de sua agremiação. Então, o parlamentar paraibano deveria começar por ele, já que teria recebido doações de empresas que caíram nas malhas da operação Lava Jato da Polícia Federal.

Segundo noticiado pela imprensa nacional, Hugo Motta teria recebido mais de R$ 450 mil em doações para sua campanha à reeleição. Ele disse que recebeu o repasse do partido no plano nacional e estadual. Ou seja, preside uma CPI onde também pode estar sendo alvo de investigação por conta do envolvimento, mesmo que indiretamente, com as empreiteiras.

Motta jogou para a platéia: “Nosso compromisso é com a sociedade de dar respostas ao maior escândalo do mundo”. Instada a fala sobre a possibilidade de uma convocação da presidente Dilma, novamente correu para a galera:

– Em primeiro lugar, é o plenário que decide, existindo fatos concretos, iremos pautar.

No mais, é aguardar os acontecimentos e esperar o que vem pela frente.


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.