Governo exonera para reduzir despesas com a folha

Começaram os cortes necessários, segundo o governo, que sevem para diminuir as despesas com a folha de pessoal. A edição do Diário Oficial trouxe a exoneração de 350 ocupantes de cargos comissionados. Deu-se porque alguns dos postos foram extintos a partir da fusão dos órgãos anunciadas pelo governador Ricardo Coutinho (PSB) no final do ano passado.

Dentre as exonerações estão 13 assessores do gabinete do ex-governador Rômulo Gouveia (PSD), 112 da Secretaria de Planejamento e Gestão; 41 das Finanças; 65 de Recursos Hídricos; e 57 do Meio Ambiente e da Ciência e Tecnologia. Há previsão de que alguns dos exonerados poderão ser renomeados.

Da relação divulgada no DO, pelo menos 68 comissionados foram exonerados da antiga Secretaria de Interiorização, uma das pastas extintas pelo governador no final do ano passado.

O governo avalia que se fizer o drástico ajuste agora, poderá começar a colher resultados a partir do ano que vem.