Chega de derrota: PSDB quer se unir ao PT na eleição de JP

Tem muita coisa para acontecer até as eleições municipais de 2016. Antes do próximo pleito eleitoral o processo de escolha da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, que os governistas tratam como uma mãe que cuida de um filho ainda bebê. Nos bastidores da política de João Pessoa, em especial, vem chamando a atenção a movimentação de tucanos e petistas.

Chegou a informação ao signatário do blog – e já tivemos a preocupação de jogar ao meio-fio – uma provável união desses partidos na eleição municipal vindoura. É possível o tucanato e o petismo no mesmo palanque? Não ocorreu na eleição passada porque o destino político não quis. Parece que optaram pela união em 2016.

Bem, até aonde se sabe, o PSB do governador Ricardo Coutinho deverá lançar um nome próprio e não desperdiçará a oportunidade, se levado em consideração o embalo de vitórias eleitorais dos “socialistas”, em todas tendo a frente como candidato RC. Se não vejamos: eleição e reeleição para prefeitura da Capital e eleição e reeleição para o governo da Paraíba.

Portanto, é muito claro que o PSB acostumou-se as vitórias ao ponto de não deixar mais o cavalo passar selado. A derrota em 2012 com Estelizabel Bezerra pode ser avaliada como um resultado que não abalou os “socialistas” porque ela disputou o pleito contra dois ex-governadores – José Maranhão e Cícero Lucena – e Luciano Cartaxo, o prefeito eleito.

Além de Estelizabel, o PSB tem um quadro técnico excelente para apresentar como candidato a prefeito. Primeiro, conhece mais do que ninguém a cidade e é uma personalidade que detém a confiança do governador Ricardo. Chama-se João Azevedo, o secretário que RC confia verdadeiramente.

Então, adversários históricos no plano nacional devem se unir para dar um basta nas sucessivas jornadas vitoriosas dos “socialistas”. Qual a informação de bastidores: o PSDB cansou de derrotas e quer voltar a vencer indicando o vice Cartaxo, virtual candidato a reeleição.