Ruy reage ao ‘toma lá da cá’ advindo do Planalto

Os tucanos unificaram o discurso: Dilma está colocando o Congresso de ‘cócoras’. Foi esse o tom do discurso da principal liderança nacional do PSDB, Aécio Neves. O deputado federal Ruy Carneiro, que preside o partido na Paraíba, trouxe o mesmo entendimento para a Paraíba em nota distribuída a imprensa paraibana nesta quarta (3).

Diz respeito ao decreto presidencial em vincular o pagamento das emendas parlamentares a aprovação do projeto que altera a Lei de Diretrizes Orçamentárias e libera o governo de cumprir a meta fiscal de 2014.

Ruy protestou: “Isso é um desrespeito”, disse ao se referir a fala da presidenta Dilma Rousseff: “Se votarem o projeto eu liberado as emendas”. Tanto interesse é em decorrência a mudança na meta do superávit, um projeto que vem causando grande polêmica entre os congressistas, cuja votação deverá ocorrer ainda nesta quarta.

Para o deputado paraibano, “infelizmente, o governo tenta atropelar a democracia com a imposição, inclusive com chantagem ao Parlamento”. O decreto presidencial prevê a liberação de R$ 444 milhões. O montante resulta em uma média R$ 7748 mil por parlamentar.

Continuando, o deputado disse que “eu lamento profundamente esse clima hostil que estamos vivendo NE que o Brasil assiste perplexo. Procurei nos últimos anos fazer o bom debate e não vou me render não método do toma lá da cá, que alguns estão se sujeitando aqui”.

A julgar pela pressão, dificilmente a oposição sairá vitoriosa. Mas que é outro escândalo ninguém tem dúvida, até porque expõe os congressistas a aprovação de matérias em troca de algo que está sendo proposto a quem tem interesse em determinado projeto.

É Brasil!


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.