PMDB desassocia apoio ao governo da eleição legislativa

O PMDB estadual sabe o que quer. Pelo menos demonstra uma linha de “independência”, separando apoio administrativo e político ao governo e a eleição da Assembleia Legislativa, em fevereiro, já como a composição formada pelos deputados reeleitos e eleitos. Foi o que proclamou o deputado Trócolli Júnior em entrevista agora à tarde.

Nesta quinta (4), o peemedebê tem uma reunião marcada para definir sobre a postura partidária a partir de janeiro de 2015. Sabe-se que o partido é governista desde “criança”. No entanto, para as eleições do Poder Legislativo a linha poderá ser outra completamente diferente, embora há quem defenda candidatura única e composição eclética.

“A Assembleia precisa ser um poder independente e nós trabalhamos neste sentido, de unidade e sabendo separar as coisas. O que é aliado do governo e a eleição da Casa”, disse Trócolli ao fazer questão de ressaltar que “eu e o deputado Raniery (Paulino) estamos muito afinados”, destacou.

A julgar pelas declarações de Trócolli, principalmente quando ressalta o poder independente da Casa Legislativa; o entendimento é que não deverá mesmo ter disputa em fevereiro.

Bem, o clima não é bem esse. Mas não custa nada esperar o desfecho das votações deste final de ano.


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.