Governador segura PT e PMDB para evitar reprovação das contas

Em seu blog no site do Jornal da Paraíba, o jornalista Helder Moura prevê algo pacificado no terreno dos girassóis. Vem a ser a indicação do super-secretário João Azevedo como o nome do PSB a prefeitura de João Pessoa na eleição de 2016. HM chama a atenção que “por enquanto, é apenas uma movimentação sutil, até porque existe, pelo menos em tese, um compromisso com a reeleição do prefeito Luciano Cartaxo”.

Prosseguindo na informação privilegiada que recebeu, Helder destaca que “a idéia é apresentar um quadro novo, que seja um técnico, sem desgaste, e com boa imagem de administrador…”.  Destaca, ainda, que “em princípio, João poderia ser apresentado como candidato a vice de Cartaxo, caso as peças do atual xadrez da aliança entre PSB e PT se mantenha como se encontram no tabuleiro”.

Chama a atenção que “até onde pode apurar, seria irreversível. Para vice ou, se for o caso, prefeito”. O repórter desse espaço vai mais além, obvio após informações que circulam nos subterrâneos da política paraibana; porque a informação dá conta de que o governador Ricardo Coutinho vai suportar o PT e PMDB até o julgamento das contas do governo pela Assembleia nos próximos dias.

A estratégia de RC é segurar esses partidos em sua base para não ter o desprazer de ver suas contas rejeitadas, cuja decisão desfavorável carimbava o chefe do Executivo da Paraíba com a marca de “ficha suja”. E pior: ficaria impedido de assumir o segundo governo em janeiro de 2015.

Por isso, PT e PMDB, por enquanto, mandam no governo “socialista”.