Governador teria ordenado vazamento da lista com indicações do PMDB

Reunidos na manhã desta segunda (17), o PMDB do Estado discutiu vários assuntos, uns mais importantes do que outros. Exemplo: o acordo com o PSB, partido do governador Ricardo Coutinho, para a eleição da futura Mesa Diretora da Assembleia Legislativa. Outro: a tal lista com pessoas que seriam nomeadas para cargos de primeiro, segundo e terceiro escalões do governo “socialista”.

Sobre o último assunto: o vazamento da lista supostamente encaminhada pelo senador eleito José Maranhão, presidente estadual do PMDB, teria ocorrido a mando do governador Ricardo Coutinho. Não é a primeira vez que isso ocorre, pois episódio idêntico em 2011 envolveu um desembargador do Tribunal de Justiça do Estado.

O fato se repete, tendo como alvo o senador Maranhão. A julgar que RC tem os peemedebistas como uma “péssima” companhia, sobretudo neste momento pós-campanha eleitoral, então não é de se duvidar por completo que a lista de JM vazou a mando do governador. A pretexto do que não se sabe. Talvez, alguns nomes da relação não sejam do agrado do chefe do Executivo da Paraíba.

O fato é que quem está na lista não deverá ser mais nomeado para cargo algum. Ponto para o governador.


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.