Carta de Barreto coloca irmão do governador no centro de mais um escândalo

O blog recebeu carta do ex-secretário Francisco Barreto a propósito do mais novo escândalo. Envolvente, como se tornou uma rotina, gente ligada ao governador Ricardo Coutinho. Pois bem. Acertou que disse ser Coriolano (primeiro irmão de RC.

Barreto informou que Coriolano teria adquirido uma propriedade de 70 hectares na área nobre de Bananeiras. Ele pagou pelo imóvel R$ 700 mil. FB questiona a origem do dinheiro.

É voz corrente na região (de Bananeiras) que a propriedade seria sua (de Coriolano) apenas de fachada, o que coincide com as magras rendas do mesmo Coriolano Coutinho até recentemente assessor do Deputado. Damião Feliciano em Brasília”, 

Continue com a leitura, pois a carta de Francisco Barreto serve para uma reflexão:

                                                             * * *

“O Ministério Publico, o TCE e os órgãos de controle tem enormes dificuldades para mergulhar no submundo da propina e, dos desvios de recursos públicos.

Só quando acontecem briga de quadrilhas e ou acidentes de “trabalho” é que vem tona o submundo da delinqüência .É assim que, nem o MP, Receita Federal, TCE,PF  raramente tem conhecimento, nem terão como investigar o aumento de patrimônio de gente como o do irmão do Governador, dentro e fora do Estado da Paraíba, notadamente de seus investimentos no Brejo, em Bananeiras,onde adquiriu recentemente uma propriedade denominada Angicos, 70 hectares, e que pelo que se  comenta valor pago  de 700.000 reais.

Esse valor é completamente fora de mercado, pois trata-se de uma área situada no perímetro dos Condomínios chiques de Bananeiras, onde o valor da terra bruta se situa em torno de 50.000 reais o hectare, o que, daria mais de 3,5 milhões de reais 

Coriolano Coutinho é supostamente dono de uma  equipada propriedade,e dispondo de acesso facilitado pelos poderes públicos.

No entanto,é voz corrente na região que a propriedade seria sua apenas de fachada, o que coincide com as magras  rendas do mesmo Coriolano Coutinho até recentemente assessor do Dep. Damião Feliciano em Brasilia. 

Os moradores da região embora, reservadamente, e com medo, digam que o verdadeiro dono é o Governador irmão, apresentam enormes receios em falar, pois, os métodos Coriolano em impor autoridade  através da violência física como já o fez acompanhado de  capangas surrando violentamente um deficiente acusado de subtrair uma garrafa de vinho de Ricardo Coutinho.

A verdadeira identidade do proprietário Fazenda Angicos, e o valor do imóvel vendido corretamente pelo Sr.Valdomiro Rocha, é um mistério quanto a  origem do dinheiro que talvez nunca venha a ser desvendado. 

A verdadeira explicação pode estar no submundo de envelopes viajantes.

Será que algum dia o Ministério Publico poderá  quais os mistérios fiduciários que pairam na sombra dos Angicos de Coriolano Coutinho. 

Talvez o caminho mais curto seja o de ir ao Cartório de Imóveis de Bananeiras, e republicanamente.”

                                                        FRANCISCO BARRETO