Cássio condena corrupção sistêmica do atual governo

Preocupado com o volume de denúncia de corrupção que venha recebendo do governo, o candidato Cássio Cunha Lima (PSDB) assumiu o compromisso de exterminar esse mal que ganhou as manchetes da mídia na atual gestão pública da Paraíba. Lamentou que na administração “socialista”, o processo de corrupção sistêmica tenha chegada a níveis inimagináveis.

Uma das propostas do tucano é a criação do Programa Dados Abertos, que vai implementar mecanismos para ampliar o controle do próprio governo sobre os processos de compras e disponibilizar todos os dados da administração estadual para consulta popular. A ação vai funcionar semelhante ao do Sagres do Tribunal de Contas, que oferece à população a possibilidade de acesso aos detalhes financeiros do governo.

Através da medida, Cássio quer acabar com os casos de corrupção e descaso com o dinheiro público que temos acompanhado recentemente, como a “farra da lagosta” na Granja Santana, que vem ocorrendo constantemente na gestão do governador Ricardo Coutinho (PSB), que pleiteia à reeleição.

Outra proposta do candidato a governador pela Coligação “A Vontade do Povo” é fortalecer os quadros da Procuradoria Geral do Estado da Paraíba (PGE-PB). Cássio pretende, paulatinamente, nomear procuradores de estado para as coordenações jurídicas e não advogados comissionados como acontece atualmente, zelando assim pela lisura nas licitações em todas as esferas da administração pública.