Por 6 a 1, TSE reafirma: Cássio pode ser candidato

Por maioria de votos – 6 a 1 -, o Tribunal Superior Eleitoral confirmou nesta terça (16) o deferimento do registro da candidatura de Cássio Cunha Lima (PSDB) ao governo da Paraíba. A coisa já havia sido decidida na semana passada. A sessão desta noite concluiu o julgamento, depois do pedido de vista da ministra Luciana Lóssio.

E daí? Bem, Cássio se tornou um candidato elegível e ficha limpa. Agora, a disputa – contra vontade do PSB – será no voto dia 5 de outubro. O tucano está com seus direitos políticos  intactos, para desgosto do seu principal rival na corrida ao Palácio da Redenção na eleição deste ano.

Cássio já havia assegurado o direito de candidatura quando do julgamento do seu registro no Tribunal Regional Eleitoral, anotando o resultado pela elegibilidade por 5 a 1. Não se contentando, a coligação encabeçada pelo PSB/PDT/PT recorreu para o TSE e, mais uma vez, amargou nova derrota.

O PSB que buscou o tapetão para derrotar o candidato tucano, agora vai ter que enfrentá-lo no voto dia 5 de outubro.


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.