Assessor envolvido com doleiro corrupto é demitido

Chama-se Luiz Paulo Gonçalves de Oliveira o assessor demitido pelo senador Cícero Lucena (PSDB), denunciado pelo envolvimento com o doleiro Alberto Youssef, preso durante a operação batizada de “Lava Jato”. Paulo viajou de Brasília a São Paulo com passagem aérea paga por Youssef. Pior: usou o nome do parlamentar paraibano para se beneficiar.

Cícero tomou conhecimento do envolvimento com o agora ex-assessor com o doleiro através de notícia veiculada no jornal Estadão: “Luiz Paulo trabalhava no gabinete de Lucena desde 2007, entregou uma carta ao senador na qual afirma que vai procurar a Polícia Federal para prestar esclarecimentos sobre a viagem”. Ele (Paulo) chegou a admitir ter recebido o bilhete, mas “não se lembra de quem”.

Outra informação sobre o envolvimento de Luiz Paulo com Youssef: “Em sua viagem a São Paulo, ele foi tratar de assuntos relacionados à captação de recursos de fundos de pensão municipais para uma empresa do doleiro, apesar de ter afirmado que essa viagem foi infrutífera, pois não deu em nada”.

Por outro lado, a contadora Meire Poza em depoimento a Polícia Federal disse que prefeitos que investiram nesse fundo receberam 10% do valor aplicado como propina. Poza trabalha para o doleiro corrupto. A empresa dela – Arbor Assessoria Contábil, faturou os bilhetes aéreos.

 


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.