Cássio vai a 47% e Ricardo a 33%; igual a rejeição

Veio a luz a primeira pesquisa do Ibope, encomendada pela TV Cabo Branco. Eis os números das intenções de voto: Cássio Cunha Lima (47%) abriu 14 pontos sobre Ricardo Coutinho (33%), governador e candidato à reeleição; Vital do Rêgo Filho (4%) e Major Fábio (1%). Os candidatos Antônio Radical e Tárcio Teixeira somaram um ponto.

Atônitos, os “socialistas” estão preocupados apenas com um detalhe: a rejeição de Ricardo está colada com as intenções de voto. Ou seja, 33% respondeu que não votaria nele de jeito nenhum, contra 23% de Cássio, 22% de Vital, 21% do Major Fábio, 21% de Tárcio e 18% de Radical. Uma versão preocupante.

Cássio manteve a vantagem sobre o seu principal rival, que é de 14 pontos. Porém, numa situação melhor porque a rejeição do tucano é menor. Em relação as pesquisas anteriores, Ricardo saiu da incomoda situação dos 28%, chegando a casa dos 33% nesta primeira consulta do Ibope.

Já o candidato tucano saiu dos 44% e 45% para 47%. Prova que o teto pode estar mais acima . A pesquisa aparenta não ter apresentado muitas novidades, nem em relação as intenções de voto, como na questão da rejeição.

Os números mostram que Cássio ostenta o mesmo tamanho das pesquisas anteriores, um pouco mais em relação aos números apresentados antes da divulgação do Ibope. Ou seja: tem potencial de voto para vencer a eleição no primeiro turno, principalmente se não houver uma reação de Vital ou se outros candidatos não conseguirem melhorar o potencial de votos.

Sobre a ameaça de cair do Olimpo, Ricardo segue em posição incomoda, mas longe pensar que “morreu” eleitoralmente nas eleições de outubro. No entanto, ele não consegue tirar um voto do seu rival Cássio Cunha Lima.


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.