Anísio quer ser líder, mas pede que ninguém saiba

Ex-oposição, o deputado estadual Anísio Maia (PT) está com uma vontade louca de entrar de vez no time do Palácio da Redenção. Começou com uma “historinha” de “independência”, proclamou que “sou partidário” e que, por isso mesmo, “voto na reeleição do governador Ricardo (Coutinho)”. Agora, está com um pé fora e outro dentro na liderança da bancada governista.

O que Anísio não deseja mesmo é se “queimar” perante o seu eleitorado. Não sabe ele que já conseguiu essa proeza em pouco tempo, depois de passar três anos e cinco meses baixando a lenha no governo “socialista”. Como aliado, não tem a mesma dúvida que talvez tivesse em outrora. Hoje, parece mais consciente do que nunca.

Prova disso, é que anda nos corredores da Assembleia exigindo sessões neste período de campanha eleitoral. Talvez, para mostrar que o governo precisa dele como líder da bancada, agora que Hervázio Bezerra (PSB) voltou para a suplência.

Anísio está meio que “conte comigo”, governador!